dddrin_dedetizacao_barata

Baratas

 
 
As baratas são consideradas os organismos mais bem sucedidos e adaptados entre todos os animais do mundo. Seus fósseis datam cerca de 300 milhões de anos. Das cerca de 4.000 espécies descritas, menos de 1% são consideradas como pragas urbanas.
 
 

Filo: Arthropoda

Classe: Insecta

Ordem: Insecta Blattodea

barata-dddrin-desinsetizacao
barata-dddrin-dedetizacao
barata-dddrin-dedetizadora

Descrição e biologia

O tamanho das baratas varia entre 3 mm a 10 cm de comprimento dependendo da espécie. Apresentam um corpo oval, achatado dorso-ventralmente, e em geral uma coloração escura. A cabeça é curta, subtriangular, do tipo opistognata, com peças bucais mastigadoras, antenas longas e filiformes, geralmente dois ocelos e estes olhos compostos estão presentes na maioria das espécies, com exceção das espécies cavernícolas. O tórax possui três pares de pernas do tipo cursoriais, e quando presentes, dois pares de asas, Em geral nas espécies sem asas, as fêmeas é que são ápteras. O abdome geralmente apresenta 10 segmentos, contendo os
principais órgãos vitais, sendo que há um par de cercos para ambos os sexos, com a função olfativa. Além disso, os machos são menores do que as fêmeas. Gostam de lugares quentes e úmidos, sendo encontradas na: serrapilheira, sob pedras, cascas de arvores, em ninhos de himenópteros e isópteros, no interior das edificações humanas e na rede de esgoto. Há algumas espécies semi-aquáticas e aquáticas e outras que vivem em desertos e cavernas. Apresentam cheiro característico (odor desagradável ao homem), produzido por glândulas situadas no abdome.

Ciclo de vida

Com dimorfismo sexual, os machos são geralmente menores que as fêmeas, e em algumas espécies, suas asas são maiores ou as fêmeas podem não possuir asas. As ninfas diferenciam-se dos adultos por ser menores, possuírem coloração mais clara (esbranquiçada), não possuírem asas e sofrerem ecdises durante seu desenvolvimento. São hemimetábolos (ovo, ninfa e adulto) e na maioria das espécies, os ovos estão contidos em um estojo denominado de ooteca. Esta estrutura, dependendo da espécie, pode variar quanto à forma, tamanho e número de ovos (de 4 a 50 ovos). Dependendo também
da espécie, as fêmeas antes de depositar a ooteca em um local, podem carregá-la durante algumas horas ou dias, e em alguns casos, durante toda a fase embrionária, podendo com as mandíbulas auxiliar as ninfas a emergirem dos ovos. A ooteca é depositada geralmente em locais abrigados, como fendas nas paredes das casas, sob pedras e na vegetação, e muitas vezes sendo recobertos com detritos, para manter a umidade e evitar possíveis predadores. A duração do estágio de ovo varia dependendo da espécie e da temperatura.

Principais Espécies e Danos Causados

Por viverem em locais sujos como bueiros, contaminam alimentos, causam doenças como a diarréia e disenteria. Carregam bactérias, vírus, esporos de fungos e podem causar alergias. Além disso, podem ocasionar danos consideráveis em roupas, livros etc., além de impregnar os locais com cheiro desagradável e característico.

Principais Espécies

- Família Blattidae

barata-periplaneta-americana
• Barata de esgoto – (Periplaneta americana):

Coloração castanho escura avermelhada, e em sua forma jovem, possui um tom de marrom pálido. Pode ser encontrada dentro de residências, em cozinhas e banheiros e rede de esgoto. Ocorre também em caixas de gordura, reservatórios de água, quadros de energia elétrica e telefonia. Prefere ambientes escuros, com pouca perturbação e ventilação. Esta espécie pode voar distâncias curtas, em especial durante os períodos mais quentes, preferindo temperaturas entre 30-33ºC. A longevidade média dos adultos é de um ano, sendo menor para os machos. O ciclo biológico, do ovo à morte do adulto pode chegar em alguns casos a 3 anos. Mede cerca de 30 mm a 45 mm de comprimento, o período de incubação dos ovos é de 25-40 dias e o período de desenvolvimento das ninfas é de 130-150 dias com 9 a 13 mudas (machos e fêmeas). As fêmeas produzem de 10 a 15 ootecas, cada uma apresentando entre 14 e 28 ovos. Podem Resistir de 2 a 3 meses sem alimento e 1 mês sem água.

- Família Blattellidae

barata-alema-blatella-germanica
• Barata alemã, francesinha ou barata de cozinha -(Blatella germanica):

Espécie de difícil controle devido seu alto potencial reprodutivo e tolerância a diversos inseticidas. Praga domiciliar, podendo ser encontrada no peridomicilio em noites quentes. Comum em cozinhas e restaurantes, habitam depósitos de alimentos e embalagens, fornos, estufas, geladeiras, coifas, motores elétricos. Pode também ficar sob pias e bancadas. A longevidade média dos adultos é de 9 meses, sendo 4 meses para machos e 6 meses para fêmeas. Mede cerca de 12 a 16 mm de comprimento e possui uma coloração amarelada. Prefere temperatura a cima de 21ºC. As fêmeas carregam as ootecas (4 ao 8) durante quase todo o período de incubação dos ovos e as ninfas completam seu desenvolvimento em uma média de 36 dias. As ootecas possuem maior número de ovos (30-40) e apresentam tempo médio de vida de 300 dias. Os machos são mais finos e com asas menores que o abdome e as fêmeas têm asas maiores, ambas com 2 faixas pretas longitudinais no pronoto. Resistem em média 30 dias sem alimentos e 15 dias sem água, permanecendo escondidas e protegidas até que possam sair em segurança.
A presença desta espécie está ligada a problemas com higiene e portanto estão mais próximas ao homem.

Prevenção

  • Vedação de frestas;
  • Guardar alimentos em recipientes fechados;
  • Inspecionar a entrada de materiais;
  • Remoção de resíduos de bancadas, masseiras, espremedores, fogões, coifas e outros equipamentos;
  • Evitar acúmulo de materiais;
  • Manter jardins e canteiros conservados;
  • Manter limpo os ambientes
  • Colocar telas, grelhas, ralos do tipo “abre-fecha” ou outros métodos que impeçam a entrada desses insetos através de ralos e encanamentos;
  • Acondicionar o lixo em sacos plásticos, dentro de recipientes apropriados, limpos e bem fechados;
  • Caixas de gordura e esgoto devem ser mantidas bem fechadas e limpas periodicamente;
  • Manter bem justas as tampas dos interruptores de luz e saídas de telefone;
  • Realizar uma pré seleção de mercadorias que entrem no ambiente.

Métodos de controle

Para a realização do monitoramento e avaliação do nível de infestação do local existem armadilhas à base de cola. Como controle químico, são realizadas as técnicas de pulverização ou micropulverização líquida, polvilhamento, gel inseticida e termonebulização.
A utilização do MIP é recomendada para melhores resultados.